80 ANOS DE JOHN LENNON


Com cabelos compridos e o clássico óculos de armação redonda, John Lennon foi uma figura bastante controversa. Nascido há exatos 80 anos, no dia 9 de outubro de 1940, ele era um símbolo do ativismo pela paz, mas também tinha atitudes questionáveis.

Não é surpresa dizer, por exemplo, que ele chegou a ser investigado pelo FBI em meados da década de 1970. Isso porque, para o governo norte-americano, John era o roqueiro mais influente do mundo e tinha o objetivo declarado de incitar as massas.

Na época, todavia, o serviço secreto chegou à conclusão de que o excesso de drogas teria deixado o músico inofensivo. Ainda assim, os ideais afiados do ex-integrante dos Beatles eram tão repercutidos pela mídia que logo se tornaram o seu atestado de morte.

Música na veia

John e alguns amigos do colégio criaram a The Quarrymen, uma banda de rock bastante animada. Foi em uma das apresentações do grupo, inclusive, que o artista de 15 anos conheceu Paul McCartney.

Dois anos mais tarde, todavia, a mãe de John foi atropelada e não resistiu aos ferimentos. Sua morte fez com que o artista mirim entrasse em um complexo espiral de bebidas e de uma raiva incontrolável — que, mais tarde, tornaram-se sua inspiração.

Pouco depois, no início de 1960, John e Paul uniram forças e, ao lado de George Harrison, que tinha 14 anos, e Stuart Sutcliffe, criaram a primeira formação da icônica The Beatles.

Foi assim que uma das maiores bandas de rock da história entrou nos registros.

Morte

Lennon estava chegando em seu prédio quando ouviu um homem chamá-lo. Antes que o músico terminasse de se virar para olhar, Mark Chapman o atingiu com quatro tiros de revólver. John Lennon faleceu a caminho do hospital. Posteriormente, o assassino disse sentir raiva do cantor, que, para ele, pregava um estilo de vida, mas seguia outro.

29 visualizações

A RADIO

ANUNCIE

APLICATIVO MÓVEL GRÁTIS

SEJA MEMBRO

PARCEIROS

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

a rÁDIO 98 fm ESTÁ NA rEDE DE rADIO digital